Publicidade e Comunicação Estratégica em Brasília | (61) 3563-7690

Entenda o Planejamento estratégico para hospitais e clínicas?

HomeAgência de Marketing Digital BrasíliaEntenda o Planejamento estratégico para hospitais e clínicas?
Divulgar um hospital ou clínica (médica, odontológica ou radiológica), por meio da publicidade é fundamental. Mas como anda o seu planejamento estratégico para 2016? Confira algumas dicas da Carcará para que você cirurgião-dentista, médico ou administrador tenha bons resultados no ano que se inicia.

Divulgar um hospital ou clínica (médica, odontológica ou radiológica), pela publicidade e marketing digital é fundamental. E o seu planejamento estratégico para 2016, como anda? Confira algumas dicas da Carcará para que você cirurgião-dentista, médico ou administrador tenha bons resultados no ano que se inicia.

A gestão de um hospital ou clinica lida com desafios complexos que influenciam enormemente seus objetivos a curto e longo prazo. Sem um planejamento estratégico sólido, um estabelecimento de saúde moderno pode ficar à mercê de suas próprias complexidades e seus serviços e perspectivas podem ficar gravemente comprometidos e deteriorados. Em tempos de instabilidade econômica no país, a capacidade de tomar decisões bem fundamentadas e antecipar dificuldades é crítica para a sobrevivência e a sustentabilidade de qualquer hospital ou clínica médica, odontológica ou radiológica.

Conheça nosso diferencial como Agência de Publicidade, Propaganda e Comunicação

Para o sucesso de um planejamento estratégico será preciso que a organização formule claramente ‘o futuro pretendido’ e que todas as condições para alcançá-lo sejam aderentes ao ambiente onde a mesma esteja inserida. Além disso, é essencial que todos os setores da organização também estejam falando a mesma língua. Em resumo é necessário um alinhamento estratégico da comunicação.

Veja aqui quais são os pontos fundamentais para a criação de um planejamento estratégico objetivo, prático, flexível e alinhado a metas exequíveis e desafiadoras. A escolha da Visão onde se quer chegar aliada aos valores desejados, podem levar uma organização hospitalar ou clínica médica, odontológica ou radiológica a um novo nível de estabilidade, inserção diferenciada no mercado e eficiência nos serviços de saúde. Confira!

 

Monitorização do sucesso com informações precisas

O primeiro passo rumo à formulação de um planejamento efetivo para a gestão hospitalar ou clínica consiste na aquisição de informações precisas e qualificadas. O hospital ou clínica médica, odontológica ou radiológica precisa ter ferramentas disponíveis para monitoramento e exemplo permanente de seu desempenho em todas as áreas. O setor financeiro precisa de respostas imediatas sobre os gastos com aquisição e manutenção de equipamentos, pagamentos às equipes profissionais, custos de tratamentos, internações e medicamentos assim como são os faturamentos atuais e futuros.

Os objetivos estabelecidos, alinhado a indicadores setoriais, irão diagnosticar e evidenciar a qualidade dos serviços oferecidos atualmente pelo hospital ou clínica médica, odontológica ou radiológica: taxa de mortalidade e morbidade, infecções associadas a terapêuticas, agilidade em condições críticas, atendimentos emergenciais entre outros. Estes números oferecem uma imagem sólida e inquestionável sobre o que de fato o hospital ou clínica é capaz de oferecer à população e quais áreas estão adequadas às normas nacionais e internacionais e quais não estão. O gerenciamento de estoque precisa de uma averiguação detalhada e organizada de toda a infraestrutura da empresa com o intuito de avaliar quais necessidades estão sendo supridas e quais estão deficientes.

Outro fator importante é que todos estes dados contribuam de maneira harmoniosa para a gestão. Em muitos casos, todas as informações estão fragmentadas em núcleos pouco funcionais – o que deixa a administração às cegas quanto ao estado real do hospital ou clínica médica, odontológica ou radiológica. Muitas vezes, a modernização e reestruturação do gerenciamento de informações permite a formação de uma imagem clara sobre todas as facetas e as dinâmicas de um estabelecimento hospitalar ou clínico, o que irá criar uma base sólida para um planejamento futuro realista e aplicável.

Análise de fraquezas e oportunidades

A gestão de um hospital ou clínica médica, odontológica ou radiológica – como qualquer outro empreendimento – deve ser capaz de perceber suas qualidades assim como suas fraquezas e como estas características estão alinhadas com suas visões internas. Em alguns casos, deve-se avaliar aonde o hospital deve focar suas energias e recursos; seja naquilo que já está funcionando bem e pode melhorar ou naquilo que está deficiente e pode piorar. Ter uma abordagem sincera dos problemas que afetam a qualidade do hospital ou clínica implica necessariamente em criar uma plataforma bem delimitada que favoreça a inclusão de soluções inovadoras e eficientes, jogando luz em oportunidades que ainda não tinham sido vistas.

De forma semelhante, o estabelecimento de saúde deve ser capaz de reconhecer suas forças para entender racionalmente quais medidas positivas e agregadoras o hospital ou clínica realiza em sua comunidade. Compreender rapidamente as qualidades do empreendimento constitui uma causa comum e um foco para a equipe interna e para a população que utiliza aqueles serviços. Dependendo de sua perspectiva de mercado e aspirações particulares, alguns serviços podem ser completamente abandonados em prol daqueles que realmente podem impactar a sociedade positivamente. Inversamente, novos tipos de serviços podem ser adquiridos e dar uma nova face à um negócio que estava em involução.

A administração precisa de uma análise crítica do setor de mercado em que estão inseridos e qual de fato é o peso que o estabelecimento tem neste. As características particulares de tal pedaço do mercado devem sempre serem levadas em conta para planejamento das manobras futuras do hospital ou clínica médica, odontológica ou radiológica.

Antecipação e flexibilidade

Com um sistema de dados internos e externos sólidos e uma visão clara do mercado e das aspirações do corpo administrativo, o hospital ou clínica médica, odontológica ou radiológica consegue sobreviver a inúmeras intempéries que comumente assolam o setor da saúde. Situações antes imprevistas e abruptas tornam-se antecipáveis e possíveis de serem solucionadas. Já uma dinâmica interna limpa e desobstruída dá a flexibilidade necessária para as reestruturações precisas em caso de condições muito críticas.

Desta forma, a gestão consegue projetar suas forças e responsabilidades no futuro de maneira sábia e otimista, aplicando os recursos possíveis naquilo que ela de fato acredita.

Poucos objetivos – visão focada e aplicável do planejamento estratégico

O planejamento da administração hospitalar ou clínica médica, odontológica ou radiológica deve ser conciso e alinhado com sua própria realidade interna e externa. As prioridades estão sempre na solução das adversidades que mais ameaçam a estabilidade e a visão da gestão. Os objetivos devem ser poucos e fundamentalmente claros para todos, estando de acordo com os desejos do corpo central do hospital assim como de toda a equipe e o tempo para concretização destes deve ser razoavelmente prático – normalmente é de três a cinco anos.

As metas colocadas para alcançar tais objetivos necessitam fundamentalmente de ressonância com o que de fato é realizável dentro dos limites do hospital.

Além disso, ter poucos alvos facilita a coordenação de todo o organismo que constitui o hospital e a evolução destes pode ser mais facilmente avaliada no decorrer do tempo. Nesta hora, uma equipe unificada e com capacidade de diálogo aberto evita que muitos núcleos isolados de interesse formem-se e que todos batalhem as mesmas lutas.

Planejamento estratégico de Comunicação e Publicidade integrada.

DIFERENCIAL-SERVICOS-AGENCIA-CARCARA-BRASILIA

E de nada adianta todo esse movimento de planejamento estratégico de um hospital ou clínica médica, odontológica ou radiológica, se tudo isso não venha a se replicar no mundo real, diga-se na personificação mesmo de ações, serviços, informações e uma maneira bem estruturada para captação de novos e potenciais clientes. E nessa hora a publicidade e a comunicação social vem para agregar valores e oferecer a sinergia necessária para aplicabilidade do planejamento estratégico da empresa. Vamos entender alguns pontos importantes que a comunicação pode e deve lhe auxiliar:

  1. Seu hospital ou clínica médica, odontológica ou radiológica precisa ter uma marca forte, e para isso o logo de sua empresa precisa ter um conceito bem definido, com foco na sua área de atuação. Em alguns casos é importante inclusive uma modernização da mesma;
  2. A correta aplicação de sua marca em material gráfico é fundamental para que sua mensagem seja fixado na mente de seus clientes. A gestão e padronização no design gráfico de peças como folders, folhetos, revistas, livros, catálogos de serviços e etc;
  3. A visibilidade da empresa na internet precisa ser bem planejada, vai além de ter um simples site. A criação de um site, precisa respeitar as necessidades da empresa, bem como seu posicionamento. O site precisa ser o local onde seu cliente tire o máximo de dúvidas possíveis, sem sair do mesmo. Seja referência e com conteúdo relevante. Não esquecer da Otimização do site com técnicas em SEO para garantir um bom posicionamento do site nos resultados de busca orgânica do Google.
  4. Imagens da clínica ou hospital são fundamentais para auxiliar na composição do site, material gráfico, campanhas publicitárias e publicações nas redes sociais. Mostrar realmente como uma empresa é, torna muito mais fácil a captação do cliente final. Indicamos a criação de um ensaio fotográfico publicitário de qualidade para sua empresa.
  5. Vídeos institucionais são fortes apelos para apresentar ao publico o potencial de qualquer empresa, e não é diferente  para hospitais e clínicas. E o mesmo pode ter o foco publicitário, promocionaldocumentário ou de apresentar algum diferencial ou mesmo algum caso de sucesso dentro de uma nova tecnologia.
  6. O papel de uma campanha publicitária é o de levar a vários grupos da sociedade a mesma informação, mas de maneira adaptativa, e sem perder  a identidade visual. Manter esse padrão irá garantir visibilidade e principalmente uma interconexão entre todos os canais usados, seja TV, rádio, jornais e revistas, bem como a internet. E isso demanda planejamento também.
  7. Para complementar todas essas ações é muito salutar implementar políticas de marketing odontológico assim como marketing para hospitais. Complementando assim com as ações de planejamento estratégico da empresa.

Em resumo, gerenciar e lidar com os processos hospitalares não é fácil; os desafios são muitos e recorrentes. Alguns parecem absolutamente intransponíveis. Entretanto, uma visão de trabalho focada e aplicação de medidas realistas e eficientes ajudam a assegurar a posição de um hospital ou clínica como um bem-sucedido empreendimento financeiro e como um agente transformador positivo da comunidade em que está inserido.

O planejamento estratégico tem justamente a missão de alinhar os recursos e visões de toda a equipe envolvida e projetar o desenvolvimento do hospital como um símbolo de eficiência e harmonia; o que em última análise proporciona as condições para o mesmo oferecer serviços de saúde de qualidade para a população.

Written by

Olá sou o CEO & Co-Founder da Agência Carcará de Publicidade em Brasília e sócio do CEO, Diretor de Criação & Co-Founder Raul Evaristo A Agência Carcará figura entre as mais importantes do DF e Brasilia. O foco da Carcará é o de promover e fidelizar a sua marca levando sua empresa a ter sucesso em Brasília e no Distrito Federal, por meio de gestão de campanhas publicitárias eficientes. Visite nosso perfil no Google Plus.